Eliminatórias da Copa do Mundo
07/10
19:30
Poliesportivo Cachamay
Eliminatórias da Copa do Mundo
10/10
16:00
Estadio Metropolitano
Eliminatórias da Copa do Mundo
14/10
20:30
Arena da Amazônia
Ajude o Site!
Faça Uma Doação
(Qualquer Valor)

sábado, 6 de junho de 1970

Brasil no Campeonato Pan-Americano de 1952

.:: Brasil Campeão das Américas ::.
Formação do Brasil no Campeonato Pan-Americano contra o Panamá
Em pé: Djalma Santos, Ely, Nilton Santos, Brandãozinho, Castilho e Pinheiro;
Agachados: Mário Americo (massagista), Julinho, Didi, Baltazar, Pinga e Rodrigues;
Credit: soccernostalgia.blogspot.com.br
I Campeonato Pan-Americano Chile 1952
A Confederação Pan-Americana de Futebol havia sido criada em 1946 com o objetivo de acabar com a divisão do esporte no hemisfério. O campeonato nasceu dessa ousadia. No entanto, após a primeira edição, os principais países perderam o interesse. Mirando apenas a Copa do Mundo, o Brasil passou a enviar selecionados regionais para as disputas menores: o Pan-Americano e o Sul-Americano (atual Copa América), o que explica os poucos títulos continentais do país no passado. (Fonte: Imperdimento.Org)

O trauma de perder a Copa de 1950 foi tamanho, que somente dois anos depois, a seleção brasileira se reuniu de novo. Desta vez, disputaríamos o Campeonato Pan-Americano, no Chile. O novo técnico, seria Zezé Moreira, treinador que adotara no Fluminense a marcação por zona. Seu time venceu o Campeonato Carioca de 1951, e ficou conhecido como "timinho", pois levava e fazia poucos gols.

Zezé, como se ve, não convocou Zizinho e Jair. Sua justificativa era que precisava de jogadores mais disciplinados taticamente, e não "individualistas" como eram os dois craques.

O Brasil chegou ao Chile com três semanas de atraso. Os anfitriões e os uruguaios já haviam jogado – e vencido – três vezes cada. Apesar das fracas atuações iniciais (2×0 no inofensivo México e empate sem gols com o Peru), os vice-campeões do mundo continuavam dependendo só de si mesmos. Após o óbvio 5 a 0 no Panamá, que levou 28 gols em cinco Links, restava ao Brasil vencer duas “finais” diante de Uruguai e Chile. Derrotados pelos donos da casa, os orientais só mantinham a chance de título se vencessem. Tinham o desfalque certo de Obdulio Varela, lesionado, e precisaram chorar a anistia de Abbadie, que deveria cumprir suspensão mas foi liberado. . (Fonte: Imperdimento.Org)

A estréia da Seleção foi contra o México. Uma partida burocrática. Mas prevaleceu a maior categoria dos brasileiros. Baltazar aos 10 e e aos 26 minutos do segundo tempo, marcou os gols.

Na segunda rodada, o Brasil apenas empatou com o Peru, em 0x0. Foram feitas duras críticas ao time de Zezé.
A goleada sobre a fraca equipe do Panamá, serviu para aliviar um pouco a pressão sobre a seleção. Os gols foram marcados por Baltazar, Rodrigues e Julinho no primeiro tempo. E, Rodrigues e Pinga na segunda etapa. Novamente, o grande destaque do time foi Brandãozinho.

A quarta rodada marcava o reencontro de Brasil e Uruguai. Era a primeira partida entre eles desde a decisão da Copa de 50. A torcida era toda para os Uruguaios, pois uma vitória da Celeste daria o título ao Chile. Julinho seria desfalque da Seleção. E, os uruguaios Abaddie e Durán, expulsos contra o Chile, tiveram suas suspensões revogadas e, puderam atuar contra o Brasil.

Didi e Rodrigues fizeram 2x0 para a Seleção, ainda no primeiro tempo. Nílton Santos anulava completamente Gigghia e Brandãozinho acabava com Abbadie. No começo da segunda etapa, Loureiro diminuiu o placar. Mas Baltazar e Pinga fizeram o Brasil alcançar a goleada. Nos acréscimos, Cancela de penalti, dimnuiu a frustação uruguaia.

Inconformados, os jogadores da Celeste passaram a apelar. Míguez acertou Eli, que revidou. Começou uma briga generalizada, na qual, as testemunhas dizem que a Seleção Brasileira levou a melhor. Estavamos vingados(mesmo que apenas parcialmente) na bola e na briga da derrtota de 50.

Na última rodada, bastava ao Chile um empate para conquistar o Pan-Americano. Para a Seleção Brasileira, somente a vitória interevssava. O time da casa começou melhor, obrigando Castilho a fazer duas grandes defesas. Mas, aos 10 minutos, Ademir marcou o primeiro gol. A partir daí, só deu Brasil. Aos 19, novemente Ademir fez o segundo. Com a vitória praticamente assegurada, a Seleção passou a tocar a bola e fazer o tempo passar. Aos 40 minutos da segunda etapa, Pinga, fez o terceiro e deu números finais a partida.

Essa foi a primeira conquista da Seleção Brasileira fora dos seus domínios. E serviu para que jogadores como Didi, Djalma Santos e Nílton Santos ganhassem a condição de titulares. Era o embrião da equipe que seria campeã do mundo, seis anos depois... (Fonte: futebolacervo.blogspot.com.br)

Elenco da Seleção Brasileira - Brazil National Team Squad
Nome Completo Alcunha Clube
1 GK Carlos José Castilho Castilho Fluminense/RJ 5 2
2 GK Oswaldo Alfredo da Silva Oswaldo Baliza Botafogo/RJ
3 GK Luiz de Morais Cabeção Corinthians/SP
4 DF Araty Pedro Vianna Araty Botafofo/RJ 1
5 DF Dejalma dos Santos Djalma Santos Portuguesa/SP 4
6 DF João Carlos Batista Pinheiro Pinheiro Fluminense/RJ 5
7 DF Nílton dos Santos Nílton Santos Botafogo/RJ 5
8 MC Ely do Amparo Ely Vasco/RJ 4
9 MC João Ferreira Bigode Fluminense/RJ
10 MC Gérson dos Santos Gérson Botafofo/RJ 1
11 MC José Carlos Bauer Bauer São Paulo/SP 3
12 MC Rubens Ruaro Ruarinho Botafofo/RJ
13 MC Nívio Gabrich Nívio Bangu/RJ
14 MC Antenor Lucas Brandãozinho Portuguesa/SP 5
15 AT Ademir Marques de Menezes Ademir Vasco/RJ 5 2
16 AT Oswaldo da Silva Baltazar Corinthians/SP 5 4
17 AT Waldyr Pereira Didi Fluminense/RJ 5 1
18 AT Albino Friaça Cardoso Friaça vasco/RJ 2
19 AT Ipojucan Lins de Araujo Ipojucan Vasco/RJ 2
20 AT Jùlio Botelho Julinho Portuguesa/SP 4 1
21 AT Francisco Rodrigues Rodrigues Palmeiras/SP 5 3
22 AT José Lázaro Robles Pinga Portuguesa/SP 5 3
23 AT Rubens Josué da Costa Rubens Flamengo/RJ 1
Coach: Alfredo Moreira Júnior Zezé Moreira Confederação Brasileira de Desportos
Capitão da Seleção Brasileira: Ademir Menezes (em 4 jogos) e Ely (em 1 jogo);
Estreantes: Todos os Jogadores e toda comissão técnica;
❏ Este foi o primeiro título conquistado pelo Brasil fora do país;

Campanha Brasileira

1
6 de Abril – 1ª Rodada – Estádio Nacional, Santiago do Chile
Brasil 2 x 0 México
Baltazar, 55'
Baltazar, 71'
Ficha

2
10 de Abril – 2ª Rodada – Estádio Nacional, Santiago do Chile
Brasil 0 x 0 Peru
Ficha

3
13 de Abril – 3ª Rodada – Estádio Nacional, Santiago do Chile
Brasil 5 x 0 Panamá
Baltazar, 5'
Rodrigues, 8'
Julinho, 28'
Rodrigues, 58'
Pinga, 75'
Ficha

4
16 de Abril – 4ª Rodada – Estádio Nacional, Santiago do Chile
Brasil 4 x 2 Uruguai
Didi, 24'
Baltazar, 25'
Pinga, 40'
Rodrigues, 66'
Ficha Óscar Míguez, 9'
Nelson Cancela, 54'

5
20 de Abril – 5ª Rodada – Estádio Nacional, Santiago do Chile
Chile 0 x 3 Brasil
Ficha Ademir, 9'
Ademir, 18'
Pinga, 82'

.:: Classificação Final ::.
Torneio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Pró Gols Contra Posição
5 4 1 0 14 0
Como Passar pelo Encutador de Link Facilmente
Toda vez que você clicar em um link e ver a página, você estará ajudando o site em 0,001. Obrigado!

Se tiver alguma informação errada, por favor, deixe um comentário;
If you have any information wrong, please leave a comment;
Contato: E-mail: futselbra@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do Post?
Deixe um Comentário ou Sugestão
Sua Opinião é Muito Importante!

Postagens mais visitadas