Amistoso Seleção Feminina
23/10
Western Sydney Stadium
Amistoso Seleção Feminina
26/10
Western Sydney Stadium
Eliminatórias da Copa do Mundo
11/11
??:??
Arena do Corinthians, São Paulo
Ajude o Site!
Faça Uma Doação
(Qualquer Valor)

quarta-feira, 20 de abril de 1994

20/04/1994 - Paris Saint-Germian 0 x 0 Brasil

Seleção Brasileira - Brazil National Team
Seleção Brasileira
Edmundo disputa jogada com um jogador francês no empate com o PSG, em Paris;
Credito da Imagem: www.shutterstock.com/divulgação
Escudo
Paris Saint-Germain 0 : 0 Brasil
Escudo
• Competição (Tournament): Amistoso Não-Oficial (Unofficial Friendly)
• Data (Date): Quarta-Feira, 20 de Abril de 1994, 15:45 hs (de Brasilia)
• Estádio (Stadium): Parc des Princes
• Local (Venue): Paris (França / France)
• Público (Attendance): 35.000 expectadores
• Árbitro (Referee): Alain Sars (França / France)
• Assistentes (Assistant Referee): Sem Registro (None)
Paris Saint-Germain Football Club
Gk
Df
Df
04
03
Mc
Mc
Mc
Mc
At
At
Bernard Lama
Jean-Luc Sassus
Jean-Luc Dogon
Márcio Santos
Patrick Colleter
Paul Le Guen © ⇆ (Calderaro)
José Cobos
Richard Witschge ⇆ (Calenda)
Bixente Lizarazu
Xavier Gravelaine ⇆ (Ginola)
George Weah ⇆ (Assis)
Coach: Artur Jorge
Mc
At
Mc
Df
Assis [46' ht]
François Calderaro [46' ht]
David Ginola [60' min]
Roméo Calenda [79' min]
Brasil ✧ Brazil
01
02
03
04
06
05
08
10
11
07
09
Cláudio Taffarel
Cafu
Ricardo Rocha ⇆ (Mozer)
Ricardo Gomes
Branco ⇆ (Leonardo)
Dunga ⇆ (Mazinho)
Raí ©
Zinho
Rivaldo ⇆ (Paulo Sérgio)
Edmundo
Müller
Coach: Carlos Alberto Parreira
17
13
15
18
Paulo Sérgio [46' ht]
Mozer [46' ht]
Leonardo [46' ht]
Viola [62' min]
Cartões | Tempo | Cartões
Nenhum Nenhum
Atleta | Placar | Atleta
0 : 0
➯ O PSG jogou reforçado dos jogadores: Jean-Luc Dogon, Márcio Santos, Bixente Lizarazu, Richard Witschge e Philippe Vercruysse (do Bordeaux) e Assis (do Sion, da Suíça);
➯ Antes do início do jogo o brasileiro Ayrton Senna deu o pontapé inicial;
➯ Jogos contra clubes ou combinados não são considerados oficiais pela FIFA;
.:: Galeria de Imagens ::.
Seleção Brasileira
Ayrton Senna deu o pontapé inicial do amistoso entre Brasil e Paris saint-Germain;
Crédito: www.globoesporte.globo.com/PSG
Seleção Brasileira
Ayrton Senna cumprimenta o capitão da seleção brasileira, Raí, antes do inicio do jogo;
Crédito: www.globoesporte.globo.com/PSG
.:: Crônica do Jogo ::.
A seleção brasileira empatou em 0 a 0 com o combinado Paris Saint-Germain–Bordeaux, ontem à noite em Paris. Na opinião do técnico Carlos Alberto Parreira, a seleção jogou mal. Parreira disse que não gostou das atuações do atacante Edmundo e do meia Rivaldo. O treinador, com um sorriso, deu a entender que a partida confirmou sua preferência por uma equipe com dois volantes (meio-campos com função defensiva). Ontem só houve um, Dunga. Na Copa haverá dois, ele e Mauro Silva.

Parreira pretendia manter Edmundo todo o tempo, mas o substituiu por Viola aos 21min do segundo tempo. No plano anterior à partida, era quem Muller sairia. Rivaldo deu lugar a Paulo Sérgio no intervalo porque Parreira considerou fraco seu desempenho. Para o amistoso contra a Islândia, dia 4, deve ser convocado o atacante Ronaldo, do Cruzeiro.

A seleção não repetiu a perfomance da vitória contra a Argentina no mês passado porque, segundo Parreira, houve mudanças na estrutura da equipe e na escalação. Ninguém pode querer milagres com tantas mudanças", afirmou. Mas nessa fase é importante analisar jogadores para decidir quem vai à Copa.

Ele viu dois problemas graves: o acúmulo de passes errados e o pouco tempo de posse de bola. Perdíamos a bola facilmente no ataque e depois tínhamos que correr para recuperá-la. Entenda as conclusões do técnico com o amistoso: O meia-atacante Paulo Sérgio subiu. O meia Rivaldo desceu. Junto com Edílson, eles disputam a sétima e última vaga no meio-campo entre os 22 jogadores que vão ao Mundial.

No ataque, diminuíram as chances de Edmundo ir à Copa, embora ele ainda seja o favorito na disputa com Ronaldo. O jogador do Cruzeiro não foi chamado para a partida de Paris porque ontem seu clube jogaria pela Taça Libertadores da América. Parreira defendeu a realização do amistoso contra um combinado de dois clubes franceses (Paris Saint-Germain e Bordeaux) e um suíço (Sion). "Era a única opção que tínhamos." Para ele, o empate não abala o ânimo da seleção. "A Colômbia acaba de perder para um clube e a Itália levou 2 a 1 de um time da quarta divisão do Campeonato Italiano."

O técnico se irritou duas vezes após o jogo. Na primeira vez, quando foi-lhe perguntado por um repórter de rádio se aceita jogar com cinco atacantes. "Isso não é uma questão séria", afirmou. Depois, quando um jornalista da TVE da Espanha perguntou-lhe por que o Brasil não jogou de "maneira decente" "O que você pensa?", respondeu, ríspido. (Crédito: www.folha.uol.com.br)
Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do Post?
Deixe um Comentário ou Sugestão
Sua Opinião é Muito Importante!

Postagens mais visitadas