Amistoso Seleção Feminina
23/10
Western Sydney Stadium
Amistoso Seleção Feminina
26/10
Western Sydney Stadium
Eliminatórias da Copa do Mundo
11/11
??:??
Arena do Corinthians, São Paulo
Ajude o Site!
Faça Uma Doação
(Qualquer Valor)

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

28/02/2012 - Brasil 2 x 1 Bosnia Herzegovina

Seleção Brasileira - Brazil National Team
Seleção Brasileira
Thiago Silva disputa jogada com Edin Džeko na vitória em St. Gallen;
Crédito da Imagem: www.english.sina.com
Bósnia Herzegovina
1 : 2
Brasil
• Competição (Tournament): Amistoso (Friendly)
• Data (Date): Terça-Feira, 28 de Fevereiro de 2012, às 16:00 hs (de Brasilia) 21:00 Local
• Estádio (Stadium): F.C. St. Gallen - AFG Arena
• Local (Venue): Saint-Gallen (Suíça / Switzerland / Suisse)
• Público (Attendance): 17.500 expectadores - Capacidade: 19.694 pessoas
• Árbitro (Referee): Sascha Kever (Suíça / Switzerland)
• Assistente 1 (Assistant Referee 1): Raffael Zeder (Suíça / Switzerland)
• Assistente 2 (Assistant Referee 2): Devis Dettamanti (Suíça / Switzerland)
• Quarto Árbitro (Fourth Official:): Nikolaj Hänni (Suíça / Switzerland)
Bósnia ✧ Bosnia Herzegovina
01
05
03
07
04
06
08
10
18
14
11
Asmir Begović
Boris Pandža
Saša Papac
Sanel Jahić
Emir Spahić ©
Elvir Rahimić
Miralem Pjanić ⇌ (Maletić)
Zvjezdan Misimović ⇌ (Ibricić)
Haris Medunjanin ⇌ (Zahirović)
Vedad Ibišević ⇌ (Salihović)
Edin Džeko
Coach: Safet Sušic (4-5-1)
01
02
09
15
17
19
Ibrahim Sehić (gk)
Darko Maletić [80']
Adnan Zahirović [78']
Sejad Salihović [78']
Senijad Ibričić [88']
Mehmed Alispahić





Brasil ✧ Brazil
01
02
03
04
06
05
08
07
10
11
09
Júlio César
Daniel Alves
David Luiz
Thiago Silva ©
Marcelo
Sandro ⇌ (Elias)
Fernandinho
Hernanes ⇌ (Hulk)
Ronaldinho Gaúcho ⇌ (Ganso)
Neymar ⇌ (Jonas)
Leandro Damião ⇌ (Lucas Moura)
Coach: Mano Menezes (4-3-3)
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
Diego Alves (gk)
Luisão
Dedé
Adriano Correia
Alex Sandro
Elias [56']
Lucas Moura [81']
Jonas [90'+1]
Paulo Henrique Ganso [62']
Hulk [67']
Rafael Cabral (gk)
Cartões | Tempo | Cartões
Nenhum 90'min Nenhum
Gols | Placar | Gols
0 : 1 Marcelo 05'/1º
12'/1º Vedad Ibiševic 1 : 1
1 : 2 Saša Papac (contra) 45'/2º
➯ Jogo de preaparação do Brasil visando a Copa das Confederações, em 2013;
➯ O goleiro Júlio César falhou feio no gol de empate da Bósnia;
➯ Este jogo, também, marcou a estréia do Novo Uniforme da seleção brasileira;
Uniforme do Brasil: Camisa Amarela, Calção Azul e Meias Brancas;
Uniforme da Bósnia: Camisa Branca, Calção Branco e Meias Azuis;
A Bósnia Herzegovina surgiu em 1992, com a dissolução da Iugoslávia;
❏ Crônica:
Se esta é a base da Seleção Brasileira pensada por Mano Menezes, o treinador deve imediatamente rever os seus conceitos. A vitória por 2 a 1 sobre a Bósnia-Herzegovina, em Saint Gallen, na Suíça, não apaga a má apresentação. Expôs a quem assistiu ao jogo um time lento, sem criatividade, sem poder ofensivo e que comete erros infantis defensivamente.

Não fosse o gol contra de Papac, aos 45 minutos do segundo tempo, o Brasil teria deixado a fria noite suíça com um empate sem graça. Alívio para momentâneo para Mano Menezes. Será? A posse de bola do Brasil foi maior em relação ao do time bósnio. A níveis de Barcelona, com mais de 60%, só que o futebol era de Rayo Vallecano.

Ficou nítida a falta de alguém para fazer a diferença. Ronaldinho Gaúcho, que teoricamente seria esse homem, é já algum tempo um jogador comum. Mano deve repensar também a ideia de "projeto" para o meia na Seleção. Até mesmo o talentoso Hernanes teve apresentação abaixo do esperado.

Como diferencial técnico, o Brasil só teve Neymar. Por mais que ele seja o grande jogador que é, não pode a Seleção depender apenas dele. Duramente marcado, o atacante sofreu com as pancadas dos zagueiros da Bósnia.

O gol de Marcelo logo aos três minutos, aproveitando jogada de Daniel Alves, deu a falsa impressão de que o Brasil poderia até golear. Cabe lembrar que esse time da Bósnia levou de 6 a 2 da seleção de Portugal na repescagem para a Eurocopa.

A certeza de vitória fácil virou logo fumaça na fria noite de Sain Gallen. Com um toque de bola um pouco mais apurado, os bósnios consequiram envolver o time brasileiro.

Olhando assim parecia que a Bósnia era um time de outro mundo. Só que em uma análise fria, é apenas uma seleção mediana com três jogadores habilidosos: Pjanic, Misimovic e Dzeko.

Bastou a defesa falhar para o Brasil levar o empate. David Luiz saiu errado, Dzeko pegou a bola e dexou com Misimovic. O chute não saiu forte, só que Julio César - que já não é o mesmo há algum tempo - tentou defender com os pés e teve de buscar a bola no fundo das redes.

Mano tentou mudar a cara do time na segunda etapa mexendo na estrutura do meio para frente. A principal alteração foi a saída de Ronaldinho, que apenas passeou na Suíça, para colocar Ganso. Saíram também Sandro e Hernanes para as entradas de Elias e Hulk.

As alterações surtiram algum efeito, pois a equipe brasileiro ficou mais ousada e construir jogadas mais agudas. Neymar teve grande chance de desempatar a partida, mas sua finalização foi parada pelo goleiro Begovic.

Só que a sorte estava ao lado de Mano Menezes. Hulk cruzou e Papac na tentativa de cortar colocou contra as próprias redes. Até quando esta sorte do treinador brasileiro vai durar, não se sabe. Só que é muito pouco para uma Seleção com a história do Brasil ter de contar com o acaso para derrotar uma equipe como a Bósnia. (Crédito: www.nsctotal.com.br)
Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do Post?
Deixe um Comentário ou Sugestão
Sua Opinião é Muito Importante!

Postagens mais visitadas