Amistoso Seleção Feminina
23/10
Western Sydney Stadium
Amistoso Seleção Feminina
26/10
Western Sydney Stadium
Eliminatórias da Copa do Mundo
11/11
??:??
Arena do Corinthians, São Paulo
Ajude o Site!
Faça Uma Doação
(Qualquer Valor)

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Eterno Campeão: Altair

Nome Completo: Altar Gomes de Figueiredo
Data de Nascimento: 22 de Janeiro de 1938, Niterói/RJ
Posição: Lateral Esquerdo e Quarto Zagueiro
Jogos pela Seleção Brasileira: 22
Títulos Conquistados:
Taça Oswaldo Cruz (1958, 1961, 1962), Taça Bernardo O'Higgins (1959, 1961), Copa do Mundo (1962) e Copa Roca (1963)
O futebol brasileiro amanheceu enlutado. O campeão do mundo Altair Gomes de Figueiredo, de 81 anos, faleceu às 4h desta sexta-feira (9), no Hospital e Clínica São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RJ). Altair sofria de Alzheimer e morreu por falência múltipla dos órgãos. O sepultamento será realizado por volta das 18h, no Cemitério Maruí, no Barreto, em Niterói (RJ).

Multicampeão e ídolo do Fluminense, ele conquistou a Copa do Mundo de 1962, no Chile, com a Seleção Brasileira, além de disputar a copa do mundo seguinte, em 1966, na Inglaterra. Lateral-esquerdo e zagueiro, Altair vestiu a camisa mais vitoriosa do futebol em 22 jogos, com 16 vitórias, 2 empates e 4 derrotas.

Altair Gomes de Figueiredo também foi campeão da Taça Oswaldo Cruz (1958, 1961, 1962), Taça Bernardo O'Higgins (1959, 1961) e Copa Roca (1963). A Presidência da CBF envia seus sentimentos à família e determina que as bandeiras da sede da entidade sejam hasteadas a meio mastro. (Crédito: Site da CBF)
História:
Campeão mundial com a Seleção Brasileira em 1962 e que também fez parte do time que disputou a Copa de 1966, morreu na madrugada de 09 de agosto de 2019, aos 81 anos, vítima de falência múltipla de orgãos. Ele sofria de Mal de Alzheimer e estava internado há 15 dias no Hospital das Clínicas de São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Altair trabalhou os últimos anos como funcionário da secretaria de Esportes de Niterói. Altair, que nasceu no dia 22 de janeiro de 1938, em Niterói (RJ), fez um estágio como técnico do Canto do Rio (RJ).

Em 15 de junho de 2013, na abertura da Copa das Confederações, Altair se desvencilhou da sua enfermeira (o ex-atleta sofria do Mal de Alzheimer) e se perdeu em Brasília por nove horas e foi achado pelos jornalistas Alexandre Lozetti, Leandro Canônico, Marcelo Baltazar e Thiago Salata, os três primeiros do Globo Esportes e o último do Diário Lance.

Lateral de origem, acabou sendo improvisado na zaga do Fluminense, seu único time, onde se consagrou. Atuou no Tricolor das Laranjeiras de 1955 até 1971, onde conseguiu três títulos cariocas: 1959, 1964 e 1969. Também pelo Flu ele foi campeão do Torneio Início de 1956 e 1965, campeão da Taça Guanabara de 1966.

Foi considerado como o melhor marcador de Garrincha, jogador que enfrentou em duelos memoráveis entre o Flu e o Botafogo.

Altair foi um dos 47 jogadores convocados, pelo técnico Vicente Feola, para o período de treinamento que visava conquistar a Copa da Inglaterra e, consequentemente, o tricampeonato mundial de futebol. Infelizmente deu tudo errado.
(Crédito: Site do Terceiro Tempo)

Palavra de Deus (God's Word)
Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16)
For God so loved the world, that he gave his only begotten Son, that whosoever believeth in him should not perish, but have everlasting life. (John, 3:16)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do Post?
Deixe um Comentário ou Sugestão
Sua Opinião é Muito Importante!

Postagens mais visitadas