Eliminatórias da Copa do Mundo
07/10
19:30
Poliesportivo Cachamay
Eliminatórias da Copa do Mundo
10/10
16:00
Estadio Metropolitano
Eliminatórias da Copa do Mundo
14/10
20:30
Arena da Amazônia
Ajude o Site!
Faça Uma Doação
(Qualquer Valor)

quinta-feira, 15 de janeiro de 1970

Brasil no Campeonato Sul-Americano de 1946

.:: Brasil, vice-Campeão ::.
Brasil
Uma das Formações do Brasil no Campeonato Sul-Americano de 1946
Em pé: Norival, Ary, Domingos da Guia, Ivan, Ruy, Jayme e Hermógenes (roupeiro);
Agachados: Lima, Zizinho, Heleno de Freitas, Jair Rosa Pinto e Ademir;
Credit: palavra-acesa.blogspot.com.br
19º Sul-Americano Argentina 1946
O Campeonato Sul-Americano de Futebol de 1946 foi 19ª edição da competição entre seleções da América do Sul realizado entre 12 de janeiro e 10 de fevereiro de 1946. Participaram da disputa seis seleções: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. A sede dos jogos foi na Argentina. As seleções jogaram entre si em turno único todos contra todos. A Argentina foi a campeã.

O Brasil apresentou um elenco festejado de estrelas, sendo considerado na época, o time mais forte que já havia formado: Tesourinha, Zizinho, Heleno de Freitas, Jair Rosa Pinto e Ademir de Menezes, além de contar no elenco com Leônidas da Silva e Domingos da Guia. Porém não foi páreo para a geração da la maquina da Argentina que conquistaria o bi-campeonato e pela segunda vez de forma invicta. (Fonte: www.wikipedia.org)

A BATALHA CONTRA OS ARGENTINOS:
Foi a primeira vez que o clássico ocorreu no Monumental de Núñez. Os brasileiros teriam requisitado o estádio do River em razão da pista de atletismo, que até hoje afasta as arquibancadas do gramado, representar uma segurança maior – os argentinos ainda usavam bastante o Gasómetro, antigo campo do San Lorenzo, cenário daquela final de 1937, que também terminara em tumulto e no qual apenas uma grade separava plateia do campo. Os hermanos concordaram em usar o Monumental, mas em compensação promoveram o desfile de Battagliero em uma maca para inflamar o ambiente. Tensa desde o início, a partida teve um primeiro empurra-empurra quando Labruna buscou satisfação após falta de Danilo. Mas a briga de verdade estourou aos 28.

Salomón, ao ser indagado naquela entrevista nos anos 70 se achava que Jair da Rosa Pinto havia sido mal intencionado no lance que ocasionou a fratura, respondeu que “isso nunca se saberá, Jair tem a verdade em sua consciência. Iam 30 minutos do primeiro tempo, nós estávamos atacando. Vem um contra-ataque do Brasil e a bola cai atrás de mim. Corremos Jair e eu. Consegui chegar antes dele para rechaçar com uma espécie de bicicleta. A bola devia estar a 80 centímetros do piso. Me atiro e quando vou chegar, desde trás apareceu a sola de Jair (…). Veio ao sanatório antes de ir-se, e depois nos vimos outra vez no Brasil ao cabo de vários anos. Mas da jogada nunca falamos…”.

Chico e De la Mata foram expulsos. O brasileiro terminou massacrado por vários na briga segundo os jornais tupiniquins, enquanto os jornais vizinhos ressaltaram que ele atacou por trás Natalio Pescia. Já o argentino jamais voltaria a jogar pela seleção. A partida se paralisou por uma hora e quinze minutos após os brasileiros fugirem aos vestiários. Estariam se trocando e comendo quando foram ordenados a regressar (cada um lado a lado com um argentino), atitude considerada “heroica” pelos jornais do Brasil, que consideraram compreensível a derrota no contexto que veio, frisando que antes da confusão os visitantes teriam dominado absolutamente a partida – visão que se fundamentaria nos quatro escanteios a zero até a briga. Mas um tanto desmentida por um relato seco do Sport Illustrado, que sugere pleno equilíbrio nas chances (veja a íntegra na última imagem).

Depois de alguns anos, talvez traído pelas peças da memória, Salomón deu uma versão diferente: “a grande confusão foi no segundo tempo, quando os muchachos ficaram sabendo no intervalo da minha fratura. Ali se armou a rosca entre os jogadores que interrompeu a partida e que fez com que terminasse perto da madrugada… sorte que o público não soube da minha lesão até o outro dia, senão creio que os negros não se iam vivos do estádio”. Algumas versões também incluem reforço da plateia e da polícia na pancadaria contra os visitantes, algo que não se vê nas fotos dos próprios jornais brasileiros (dos quais só não retiramos a imagem colorida de Salomón e do técnico Guillermo Stábile). Segundo o tal relato do Sport Illustrado, aliás, a polícia interveio para escoltar Chico e demais brasileiros aos vestiários. Chico diria à Placar nos anos 70 que “odiava os argentinos”, sendo expulso “sempre merecidamente” em “nove de dez jogos” que fez contra eles.

Vale destacar também algumas notas de jornais da época: “nada nos parece mais ridículo do que responsabilizar o juiz por um revés, ou dizer que não se ganhou porque a violência do rival não permitiu”, de O Jornal. “O Sr. Nobel Valentini [o árbitro] foi de um modo geral um bom juiz. Não teve pelo menos a preocupação de prejudicar nenhum dos teams em campo e deu uma nota simpática indo ao vestiário dos brasileiros para pleitear a sua volta ao campo” de O Globo. Já segundo O Globo Sportivo, o árbitro uruguaio culpou ambas as seleções – teria declarado que no Chile [na Copa América anterior] fui eu quem apitei o match Brasil x Argentina. Cada vez que esses dois teams se encontram, seus integrantes fazem um jogo muito duro. www.futebolportenho.com.br

Elenco da Seleção Brasileira - Brazil National Team Squad
Nome Completo Alcunha Clube
1 GK Ary Nogueira César Ary Botafogo/RJ 4 5
2 GK Luiz Gonzaga de Moura Luiz Borracha Flamengo/RJ 1 2
3 DF Domingos Antônio da Guia Domingos da Guia Corinthians/SP 3
4 DF Augusto da Costa Augusto Vasco/RJ
5 DF Newton Canegal Newton Flamengo/RJ 2
6 DF Norival Pereira da Silva Norival Flamengo/RJ 5 1
7 MC Aleixo Pereira Aleixo Corinthians/SP 3
8 MC Ivan José Macahyba Dias Ivan Botafogo/RJ 3
9 MC Danilo Faria Alvim Danilo Alvim Vasco/RJ 2
10 MC Jayme de Almeida Jayme Flamengo/RJ 2
11 MC Ruy Campos Ruy São Paulo/SP 5
12 MC José Procópio Mendes Zezé Procópio São Paulo/SP 4
13 AT Ademir Marques de Menezes Ademir Vasco/RJ 3
14 AT Thomaz Soares da Silva Zizinho Flamengo/RJ 5 5
15 AT Francisco Aramburu Chico Vasco/RJ 4 2 1
16 AT Heleno de Freitas Heleno Botafogo/RJ 5 3
17 AT Jair da Rosa Pinto Jair Vasco/RJ 4 2
18 AT Leônidas da Silva Leônidas São Paulo/SP 1
19 AT Manoel Pessanha Lelé Vasco/RJ
20 AT Elísio dos Santos Teixeira Teixeirinha São Paulo/SP
21 AT Osmar Fortes Barcelos Tesourinha Internacional/RS 5
22 AT Eduardo de Lima Lima Palmeiras/SP 3
Coach: Flávio Rodrigues Costa Flávio Costa Confederação Brasileira de Desportos
Capitão da Seleção Brasileira: Domingos da Guia (3x), Zezé Procópio (1x) e Zizinho (1x);
Estreantes: Ary, Luiz Borracha, Augusto, Aleixo, Ivan, Lelé, TEixeirinha e Lima;
Heleno foi vice-artilheiro do torneio com 5 gols, junto com Labruna e Méndez (ARG);

Campanha Brasileira

1
16 de Janeiro – 1ª Rodada – Estadio Gasómetro, Buenos Aires
Brasil 3 x 0 Bolívia
Heleno de Freitas, 47'
Zizinho, 65'
Heleno de Freitas, 78'
Ficha

2
23 de Janeiro – 2ª Rodada – Estadio Gasómetro, Buenos Aires
Brasil 4 x 3 Uruguai
Jair, 1', 16'
Heleno de Freitas, 39'
Chico, 44'
Ficha José Medina, 25'
Antonio Vázquez, 37'
José Medina, 70'

3
29 de Janeiro – 3ª Rodada – Estadio Independiente, Buenos Aires
Brasil 1 x 1 Paraguai
Norival, 63' Ficha Juan Villalba, 31'

4
3 de Fevereiro – 4ª Rodada – Estadio Gasómetro, Buenos Aires
Brasil 5 x 1 Chile
Zizinho, 4'
Zizinho, 41'
Zizinho, 46'
Zizinho, 71'
Chico, 89'
Ficha Santiago Salfate, 84' (pen)

5
10 de Fevereiro – 5ª Rodada – Estadio Monumente de Núñez, Buenos Aires
Argentina 2 x 0 Brasil
Tucho Méndez, 38'
Tucho Méndez, 55'
Ficha

.:: Classificação Final ::.
Torneio Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols Pró Gols Contra Posição
5 3 1 1 13 7
.:: Links Relacionados ::.
1916 1917 1919 1920 1921 1922 1923 1924 1925 1926
1927 1929 1935 1937 1939 1941 1942 1945 1946 1947
1949 1953 1955 1956 1957 1959 1959e 1963 1967 1975
1979 1983 1987 1989 1991 1993 1995 1997 1999 2001
2004 2007 2011 2015 2016 2019 2021

Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do Post?
Deixe um Comentário ou Sugestão
Sua Opinião é Muito Importante!

Postagens mais visitadas